Postagens

UM SONHO INFANTIL - A EXPOSIÇÃO

Imagem
Mês de outubro ainda correndo e já se pode colocar mais um sucesso na conta da turma do Fórum PlayBrasilmobil. A exposição  “Playmobil – Um sonho infantil” tem levado centenas de pessoas diariamente ao Laranjeiras Mall (Zona Sul do Rio de Janeiro), onde estão exibidas mais de 3 mil peças do acervo pessoal dos colecionadores.

Foram 12 horas ininterruptas de montagem de cenários, de 9h às 21h. Bom, a turma até parou para um almoço e um bate-papo, porque ninguém é de ferro! Tudo foi montado em pleno domingo – dia em que o shopping está fechado. Cerca de 25 colecionadores participaram desse divertido esforço, em clima de cooperação e amizade.

Ao todo, são 15 dioramas nas vitrines do 2º piso do shopping, com nomes alusivos ao universo da criança: Se essa rua Vitoriana fosse minha; Brincando na Galáxia; Peter Pan na Terra do Nunca; O Coliseu Romano; Caixinhas Antigas – Trol e Estrela; Vivendo na Pré-História; O Reino dos Dragões; Parque dos Dinossauros; A Fazendinha; Hoje é dia de rock, be…

PLAYMOBIL - UM SONHO INFANTIL

Imagem
No Mês das Crianças, a ordem é tirar o Playmobil da estante e colocar na vitrine. Assim surgiu a exposição “Playmobil – Um sonho infantil”, que começa em 3 de outubro e vai até 4 de novembro no Laranjeiras Mall, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Organizada pelos colecionadores do Fórum PlayBrasilmobil, a mostra gratuita brinca com o imaginário infantil, apresentando cenários de fantasia nos quais o bonequinho de plástico é o principal personagem.

São 10 vitrines de lojas no 2º piso dedicadas ao universo Playmobil. Caixas raras da TROL e da Estrela marcam presença lado a lado com as últimas novidades da Europa. Onze dioramas recriam cenários clássicos, como a cidade do Velho Oeste, a conquista espacial e uma visita ao Jardim Zoológico. O Coliseu Romano e as casas da Era Vitoriana também estão por lá. O destaque vai para a Cidade dos Sonhos – com praias, parque aquático e até um aeroporto. Entre bonecos, carrinhos e aviões, são mais de 3 mil peças em exibição, todas elas do acervo pessoal…

TRÊS VEZES PLAYMOBIL

Imagem
De uma só vez, trouxe mais três caixas Playmobil para minha coleção: o pirata da perna-de-pau, o astronauta amarelo e o oficial da União. Todas são em formato menor que as caixas clássicas (cuja linha completa você encontra AQUI), no tamanho adotado pela fabricante TROL pouco antes de sua falência no início da década de 1990. Como já haviam sido lançadas anteriormente em tamanho grande, pertencem portanto à segunda geração de caixas individuais, o que os colecionadores chamam de "2ª versão" ou "v2" da linha 1-Clicky.

Os conjuntos vêm com os mesmos personagens e a mesma quantidade de peças dos originais comercializados nos anos 70 e 80. A diferença é mesmo no tamanho reduzido das embalagens e na arte (a imagem) criada especificamente para a nova versão. O pirata (TROL 23.38.5) e o militar (23.35.3) tiveram duas fornadas, mas o astronauta (23.76.4) ganhou ainda uma terceira versão (v3), também em caixa pequena, na qual ele aparece numa paisagem lunar, em vez do trad…

CAIXA PEQUENA

Imagem
Ainda celebrando o fechamento da minha coleção de caixas clássicas da TROL, apresento aqui mais uma pequena notável que adquiri há poucos dias: a caixinha do adestrador de foca, código 23.78.7. O ano de fabricação dela é incerto, como o de todos os demais itens Playmobil brasileiros, mas acredito que tenha sido produzida pouco antes da falência da empresa, quando a TROL já usava o nome Inbrima (Indústria de Brinquedos do Amazonas), embora mantivesse na embalagem seu logotipo tradicional.

No fim da década de 1980, a TROL decidiu diminuir o tamanho das caixas que vinham com apenas um boneco (chamadas de 1-Clicky) e além de reeditar algumas referências do catálogo clássico – como o xerife, o cacique e o policial – acabou inventando novos produtos, que não constavam da linha original da matriz alemã. É o caso dessa caixinha com o treinador de foca, do cinegrafista da TVI e do palhaço com bumbo. Os bonecos foram reaproveitados de outros sets, mas as embalagens são criações exclusivas &quo…

MAIS LIVROS PLAYMOBIL

Imagem
Aviso aos leitores que minha biblioteca está crescendo a olhos vistos! As duas novas aquisições são livros de Richard Unglik, autor de quatro títulos nos quais os bonecos Playmobil são o tema central, aparecendo em fotografias caprichosamente artísticas.

Com uma câmera fotográfica na mão e uma ideia na cabeça (além de um computador na mesa para recriar cenários), o artista francês já publicou “A Grande Aventura da História”, “A Grande Aventura dos Animais”, “A Volta ao Mundo” e “Sherlock Holmes e o Cão dos Baskerville”, todos em vários idiomas e com a chancela da Geobra, a fabricante alemã do brinquedo.

Eu ganhei a edição mais recente da primeira obra, na versão em alemão: “Abenteuer der Weltgeschichte”. OK, meus conhecimentos da língua de Goethe mal chegam ao básico, mas admito que as imagens ali contidas já são suficientes para fazer a imaginação viajar na História da humanidade. São 96 páginas de papel couché, num livro de capa dura e de altíssima qualidade.


A outra publicação, em…

COLEÇÃO COMPLETA

Imagem
Deu trabalho, mas ao longo da caminhada de sete anos no mundo do colecionismo, iniciada em 2010, consegui enfim completar minha coleção de 30 caixas individuais de Playmobil. Conhecidas na Europa como 1-Clicky (porque vêm com apenas um boneco), foram produzidas no Brasil pela fabricante de brinquedos TROL a partir de 1976 e constam do catálogo clássico da empresa, que vinha dentro de toda caixinha, despertando na criançada o desejo de ter sempre mais um bonequinho.

Na infância, creio que tive umas 20 caixas dessas, porém todas se perderam com o tempo. Somente agora, adulto, resgatei uma a uma, com ajuda de amigos – reais ou virtuais – aos quais agradeço de coração. São tantos no Fórum PlayBrasilmobil que não caberiam nesse post, mas cito os que mais colaboraram comigo: Vladimir Leisnock, Luciano Juliatto, Fernando Leite, Luis Fragua e Ana Caldatto. Desses, apenas dois conheço pessoalmente.

Para se ter uma ideia da camaradagem dos colegas, as duas últimas caixas que somei à coleção, e…